APRECIAR UM VINHO DO PORTO MAIS DO QUE UM CERIMONIAL CARREGADO DE TRADIÇÃO DEVE SER UM GESTO DO DIA-A-DIA, DEGUSTANDO ESTE VINHO ÚNICO, SEMPRE QUE POSSÍVEL. NA VERDADE NADA MELHOR DO QUE TER UMA GARRAFEIRA BEM APETRECHADA EM VINHOS DO
VOLTEMOS AO CONSUMO DE VINHOS DO PORTO TINTOS PARA AFIRMAR QUE EMBORA ACEITEMOS O FACTO, CARREGADOS DE TRADIÇÃO, OS DEVEMOS, COMO SEMPRE FIZ, ADAPTAR AOS NOSSOS DIAS, ÀS NOSSAS CASAS, AO NOSSO GOSTO, NUNCA PASSANDO, ISSO NUNCA, AO SEU LADO
É UMA RESPONSABILIDADE FALAR SOBRE OS VINHOS DO PORTO TINTOS, POIS SEMPRE QUE NELES PENSO SINTO O PESO DA HISTÓRIA E, COM ELA, DA TRADIÇÃO SOB OS MEUS OMBROS, E O SEU OLHAR ATENTO NÃO VÁ DIZER ALGO QUE NÃO
PARA TRÁS, DEIXÁMOS OS VINHOS DO PORTO BRANCOS (OBTIDOS A PARTIR DE UVAS BRANCAS), NÃO POR SEREM MENOS IMPORTANTES, MAS POR SEREM COMERCIALIZADOS EM MENORES QUANTIDADES E, POR ISSO, MENOS CONHECIDOS. NUMA ABORDAGEM SIMPLISTA ESTES VINHOS PODEM CLASSIFICAR-SE ENTRE OS
SIGAMOS AGORA OS PASSOS DOS VINHOS DO PORTO TINTOS CUJO DESTINO APÓS FERMENTAÇÃO SÃO O ESTÁGIO NA MADEIRA, SEJA EM PIPAS, BALSEIROS OU QUARTOLAS. PARA DESTINOS DIFERENTES, ESTILOS DIFERENTES, EIS QUE COM O DECORRER DO TEMPO NOS SURGEM OS TAWNYS
error: Conteúdo Protegido

SIM, QUERO MAIS INFORMAÇÕES

Holler Box