CURSO DE INICIAÇÃO À PROVA DE VINHOS

APRECIAR UM VINHO TEM MUITO MAIS INTERESSE DO QUE HÁ PRIMEIRA VISTA SE POSSA IMAGINAR.

A PRÁTICA DE PER SI, AO CONTRÁRIO DO QUE PODERIA PARECER, PODE NÃO SER UM CAMINHO SÓLIDO VEJA-SE UMA PESSOA, BOM BEBEDOR, MAS QUE APENAS APRECIA VINHOS DUMA DETERMINADA REGIÃO EM DETRIMENTO DE TODAS AS OUTRAS. A AMOSTRA É LIMITADA, O RESULTADO SÓ PODE SER O MESMO.

PENSE-SE AINDA NO CASO DUM HOMEM, OU MULHER DO MUNDO, APRECIA MUITOS E VARIADOS VINHOS DAS MAIS DIVERSAS ORIGENS, DIR-SE-IA QUE SE ESTAVA NA PRESENÇA DUM OU DUMA CONHECEDORA, O QUE NÃO É RIGOROSAMENTE VERDADE, POIS O APRECIAR DIVERSIDADE EM QUANTIDADE NÃO É SINÓNIMO DE SABER AVALIAR VINHOS, QUE VAI MUITO PARA ALÉM DO: GOSTO, NÃO GOSTO…

TODAS AS PESSOAS QUE SE INTERESSAM MINIMAMENTE POR ESTE TEMA E O PODER FALAR SOBRE ELE COM UM MÍNIMO DE CONSISTÊNCIA, DEVERIAM PONDERAR FREQUENTAR UM CURSO DE INICIAÇÃO À PROVA PARA SE DOTAREM DOS CONHECIMENTOS TEÓRICOS E PRÁTICOS QUE LHES PERMITAM AFERIR MINIMAMENTE SOBRE VINHOS.

NA VERDADE SE EU LHE PERGUNTAR COMO SE FAZ VINHO BRANCO, SABERIA RESPONDER-ME ? E ESPUMANTE? E VINHO BRANCO DE UVAS TINTAS? E VINHO DO PORTO? COMO VÊ AS QUESTÕES SÃO VARIADAS E PERTINENTES E AS RESPOSTAS NEM SEMPRE FÁCEIS OU INTUITIVAS.

DIZIA EÇA DE QUEIRÓS QUE PARA ENSINAR É NECESSÁRIO CUMPRIR UMA CONDIÇÃO MÍNIMA: SABER. ASSIM, CONHECER OS FUNDAMENTOS BÁSICOS DE COMO SÃO FEITOS OS VINHOS MAIS NÃO É DO QUE SENSO COMUM PARA AO AVALIÁ-LOS SABER ANALISAR, LER, SENTIR.

TÃO OU, MAIS IMPORTANTE DO QUE A PARTE TEÓRICA É A PRÁTICA QUE SOB O PONTO DE VISTA SENSORIAL NOS TREINA PARA AVALIAR DE FORMA EMPÍRICA OS VINHOS, CLASSIFICANDO-OS, COMPARANDO-OS E ENCONTRANDO NAQUELES DE QUE MAIS GOSTAMOS, AS RAZÕES DESSA PAIXÃO.

O TREINO COM BASES EMPÍRICAS, AQUI SIM, DESDE QUE DEVIDAMENTE ORIENTADO CONDUZ-NOS AO CAMINHO CORRECTO E QUE, UMA VEZ INICIADO NÃO TEM FIM, POIS A NOSSA PROCURA É TÃO INCESSANTE QUANTO A NOSSA CURIOSIDADE….

A PROVA DE VINHOS COMEÇA POR TREINAR O OLHAR, CONHECER-LHES AS CORES E OS SEUS SIGNIFICADOS, PERMITINDO RESPONDER A PERGUNTAS COMO A IDADE EXPECTÁVEL DUM VINHO, QUE DEPOIS SE CONFIRMARÁ, OU NÃO, NOS SENTIDOS QUE SE SEGUEM.

O NARIZ É O SENTIDO SEGUINTE, PORVENTURA O MAIS POÉTICO, QUE DETECTA O BOM E O MENOS BOM QUE O VINHO TEM PARA MOSTRAR: OS AROMAS, OS FRUTOS, AS FLORES, A MADEIRA, A EVOLUÇÃO E PORVENTURA OS DEFEITOS QUE O MESMO POSSA TER, E QUE PODEM SER SÓ A FALTA DE ATRIBUTOS.

FINALMENTE O VERDADEIRO JUIZ, O PALADAR, ESSE É QUEM DITA A SENTENÇA FINAL, POIS UM VINHO QUE NA BOCA NÃO SE COMPORTA CONDIGNAMENTE É UM VINHO SEM INTERESSE.

À SEMELHANÇA DO NARIZ, A BOCA REENCONTRA OS SABORES SUGERIDOS AO AROMA, OU NÃO, MAS AVALIA IGUALMENTE OS SEUS TANINOS, O ÁLCOOL, A ADSTRINGÊNCIA, O TEMPO DE PRESENÇA EM BOCA, A ELEGÂNCIA, A POTÊNCIA, ATRIBUTOS QUE ACABAM POR DITAR A SORTE DUM VINHO. EXEMPLIFICANDO, UM VINHO COM UMA COR QUE NÃO IMPRESSIONE, UM NARIZ PARCO, MAS UMA GRANDE BOCA, NÃO FALHARIA O SEU COPO E AS SUAS PREFERÊNCIAS. JÁ SE OS DOIS PRIMEIROS PONTOS FOREM PUJANTES MAS A BOCA PARCA, O MESMO VINHO NÃO AGRADARÁ.

COMO VÊ É ESSENCIAL IDENTIFICAR CADA PONTO E DEPOIS PRATICAR MUITO, MUITO, SEMPRE SEM IDEIAS FEITAS, POIS SE HÁ COISA QUE O VINHO NOS FAZ DE FORMA INESPERADA É SURPREENDER-NOS, E ISSO É TÃO, MAS TÃO BOM.

VEJA AQUI OS NOSSOS CURSOS: https://www.clubevinhosesabores.pt/curso-de-iniciacao-a-prova-de-vinhos-nivel-i/

 

CLIQUE AQUI E CONHEÇA AS VENDAS PRIVADAS DO CLUBE

error: Conteúdo Protegido

SIM, QUERO MAIS INFORMAÇÕES

Holler Box