Tábua de queijos e enchidos – como fazer?

Uma boa tábua de queijos e enchidos é qualquer coisa que nos pode muito rapidamente levar ao Céu. Falo para os apreciadores, claro, uns seres muito gulosos que vendem facilmente a alma por uma fatia de bom queijo ou por um naco dum bom enchido, tudo acompanhado por um bom vinho tinto, naturalmente.

Falar de queijos e enchidos em lhes juntar um bom vinho tinto, guloso e divertido, é quase como esquecermo-nos da chave de casa e ficar à porta, falemos mesmo assim dos saborosos queijos e enchidos.

Falar de queijos é emocional e facilmente nos perdemos no emaranhado das nossas preferências que facilmente se atropelam na hora de escolher. Parece-me, no entanto, que para quem em português se expressa não poder passar sem os clássicos e reputados queijos da Serra, Serpa e Azeitão de curas diversas e sub-regiões à escolha. Eu prefiro-os mais para o curado, mas amanteigados não ficam à espera de casamento, um bocado de pão e marcham…

A partir deste patamar tudo o que vier é ganho em gulodice e requinte. Nos dias que correm é fácil juntar aos pretéritos queijos uma pitada de Espanha com um manchego e algumas pitadas de França com algumas escolhas difíceis tendo em conta a variedade. Eu procuraria um bom Saint Marcelin da Mère Richards se possível, mas entre bries, cammenberts, boursins e por aí a diante é um fartar e arruinar vilanagem.

O tema queijo, por ser inesgotável, está tratado.

Já os enchidos, é mais delicado senão melindroso, comecemos por alguns lugares comuns ou seja demos lugar de destaque aos enchidos de porco preto nas suas variantes de tempero, abordando naturalmente o alentejano: linguiça, paio, painho, paio de lombo, paio da barriga, paio do cachaço e aí por diante. Lembremo-nos dos enchidos de raça bisara nas suas diversas vertentes, e se tal desejarmos podemos dar aqui um saltinho a Espanha, na flor da sua produção jabugo, com uma bela caña de lomo, e todos os que conhecer que eu, confesso, não vou muito mais longe.

Bem, e nesta altura já não temos uma tábua de queijos e enchidos, mas sim uma árvore dos ditos tal a sua quantidade e diversidade. Compre um pão, abra um vinho, sente-se e medite na vida…

error: Conteúdo Protegido

SIM, QUERO MAIS INFORMAÇÕES

Holler Box